Vascularização Muscular: o que você precisa saber

Vascularização Muscular

A vascularização muscular depende, basicamente, de dois fatores: baixo percentual de gordura corporal e um treinamento em altas repetições, normalmente de 30 a 50 repetições ininterruptas.

Dicas para Vascularização Muscular

Para não ficar monótono, pode-se utilizar metodologias que permitem a execução de um grande número de repetições para uma musculatura, variando-se os exercícios.

Para realizar a rotina de vascularização muscular você deverá realizar 4 séries sem interrupção, isto é, sem pausa entre as séries, variando entre 4 exercícios diferentes.

Ao realizar as 4 primeiras séries sem pausa, você descansa por 1 minuto.

Feito isto, você realiza pela segunda vez mais 4 séries sem interrupção e descansa por mais 1 minuto novamente, repetindo este ciclo por mais duas vezes, totalizando 4 ciclos de séries.

Com este procedimento, o fluxo sanguíneo será otimizado, aumentando a vascularização, além de propiciar o recrutamento de fibras musculares que jamais você imaginava existirem.

O aumento do seu volume muscular depende de um elevado índice de massa e de uma elevada irrigação sanguínea para os músculos.

Exercícios de intensidade, com redução gradual da carga e aumento de repetições são os pioneiros para se conquistar este objetivo.

Esta rotina deve ser feita em paralelo com uma dieta para ganho de massa muscular, para maximização completa da musculatura.

É importante dizer que você deverá fazer o alongamento antes de começar o treinamento, assim como um leve aquecimento na bicicleta.

É muito bom ter ideia por onde começar a buscar, mas melhor ainda é se atingir a verdade científica que está por detrás dos acontecimentos.

Aguardo ansioso este dia, porque também sou um entusiasta de uma vascularização mais evidente e abundante.

Medicina é uma ciência de verdades transitórias: cada vez que um método novo de detecção e comprovação de diagnóstico é inventado, paradigmas são quebrados e perguntas mais difíceis se apresentam, sendo assim, não tenham medo de contestar.

A segurança profissional e por consequência a qualidade e vanguardismo vem da capacidade de se abandonar o velho e buscar algo novo, de mudar sentidos e direções. Quando achamos que já sabemos tudo que existe para saber, é hora de estudar ainda mais duro, ainda mais concentrado e trabalhar mais pesado!

Deixe uma resposta