20 Respostas Definitivas para as suas Dúvidas sobre Dieta

Se você, apesar de todas as dietas que já fez na sua vida, ainda não chegou ao seu peso ideal, chegou a hora de ser feliz.

Você está cansado(a) de ouvir frases do tipo: Só é gordo quem quer, Gordo é  sem-vergonha ou Dieta não adianta nada. Ao mesmo tempo, está desanimada com  alguns quilinhos a mais e se sente culpada porque não consegue emagrecer.

Pode jogar no lixo todos estes conceitos, ou melhor, preconceitos, e sentimentos negativos com relação ao seu corpo. A seguir, você vai encontrar as respostas para todas as suas dúvida sobre a obesidade e seus mecanismos.

E vai ver que é possível, sim, emagrecer para ficar cada vez mais bonita e mais saudável.

1 POR QUE SE DIZ QUE A OBESIDADE É UMA DOENÇA QUE MATA?

Vista atualmente pela comunidade científica como um mal crônico, a obesidade é também a mais comum das doenças metabólicas e, em geral, se associa a problemas mais sérios, como infarte, colesterol alto, hipertensão, derrame cerebral e diabetes.

2 JÁ NASCEMOS GORDOS OU MAGROS?

Existe, sim, uma predisposição genética para a obesidade. Filhos de pais e mães obesos têm 70% de chance de se tornarem obesos também. A probabilidade cai para 50% se somente um dos pais for muito gordo e para 15% se os pais têm peso normal.

Associada a fatores ambientais, o fator genético pode ser responsável por 50% dos casos de obesidade.

3 QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS TIPOS DE OBESIDADE?

A obesidade de nascença, ou seja, aquela que acompanha a pessoa praticamente desde bebê, representa cerca de 30% dos casos de obesidade e está  mais associada a fatores genéticos.

Na puberdade, fatores psíquicos e hormonais podem provocar a obesidade
em meninas. A obesidade que vem com o casamento atinge mais os homens,
que ficam mais sedentários e passam a comer mais.

A gravidez continua levando muitas mulheres a se tornarem obesas, devido a fatores
emocionais, hormonais e genéticos. Abandonar os esportes também ajuda o corpo a engordar, porque a pessoa deixa de gastar milhares de calorias, que se acumulam em forma de gordura.

Parar de fumar pode significar ganho de peso porque a pessoa come mais, para compensar a ausência de contato oral.

4 QUANDO UMA PESSOA É OBESA?

O homem é considerado obeso se tiver mais que 20% de gordura no organismo;
a mulher, se acumular mais do que 30%.

Uma boa maneira de avaliar o grau de obesidade é calculando o Índice de Massa Corporal, teste que é feito nas academias de ginástica.

5 POR QUE 90% DOS GORDOS QUE EMAGRECEM VOLTAM A ENGORDAR?

Depois de uma determinada redução de peso o corpo passa a queimar menos energia. Ou seja, alguém que acaba de emagrecer utiliza menos calorias do que quem sempre foi magro, porque, quando o peso baixa, o metabolismo fica mais lento.

Além disso, os cientistas descobriram que o corpo tem um controle interno que tenta manter a gordura corporal num nível razoavelmente constante, o que dificulta o emagrecimento e também o ganho de peso.

6 QUANDO É PRECISO PROCURAR UM MÉDICO PARA EMAGRECER?

Sempre que seu peso estiver 5 quilos acima do padrão de normalidade.
Neste caso, o acompanhamento médico é necessário do ponto de vista nutricional, ou seja, da elaboração e manutenção de uma dieta personalizada.

7 EXCESSO DE PESO É SEMPRE EXCESSO DE GORDURA?

Nem sempre. Você pode aumentar de peso sem engordar, ganhando massa muscular, tecido mais pesado do que a gordura, com a prática de exercícios.

8 QUAL A DIFERENÇA ENTRE GORDURA SATURADA E INSATURADA?

As gorduras saturadas são gorduras de origem animal e as encontradas no coco e no cacau. Seu consumo exagerado está associado ao câncer de mama e de intestino grosso e às doenças cardiovasculares.

Já as gorduras insaturadas estimulam o aumento do nível de HDL, chamado de bom colesterol, no sangue. Estão presentes no óleo de amêndoas, azeite, no óleo de canola,  girassol e soja.

9 QUAL É O MAIOR INIMIGO DA BALANÇA?

A gordura, sem dúvida, é a vilã da novela cuja protagonista é a obesidade. Encontrada nas frituras – quem não adora batata frita?, na carne vermelha, manteiga, creme de leite – e café com chantilly? A gordura tem 10 calorias por grama, enquanto o açúcar,
por exemplo, tem 4.

10 QUAIS SÃO OS RISCOS DA OSCILAÇÃO DE PESO?

O excesso de peso obriga coração, rins e pulmões a trabalharem em dobro. Este esforço extra exige uma adaptação do organismo. Aí, a pessoa emagrece e o metabolismo precisa de novo reverter seu ritmo.

11 O QUE É O REGIME DA FACA?

É o nome popular que se dá a uma cirurgia para diminuição do tamanho do estômago, com o objetivo de reduzir a capacidade de ingestão de comida, indicada para casos de
obesidade exagerada, que provoca riscos à saúde.

Nos Estados Unidos, mais de 20 mil pessoas se submeteram à cirurgia. A maioria conseguiu perder de 25% a 35% do peso.

12 QUAL É A DIETA IDEAL?

A dieta considerada ideal é aquela que não faz restrições de alimentos, ou seja, não deixa a pessoa se sentir privada dos prazeres da mesa e é adaptada aos padrões
de vida e hábitos de cada um. A pessoa engorda quando ingere mais calorias do que gasta.

Para emagrecer, vai precisar, então, diminuir o número de calorias. Na maioria dos casos, isso significa comer em menor quantidade e comer alimentos menos calóricos.

Se você fizer isso só por uma semana, vai engordar na semana seguinte. Por isso, quem quer emagrecer precisa se conscientizar de que é preciso mudar o comportamento alimentar, para sempre.

13 POR QUE A MULHER ENGORDA MAIS DO QUE O HOMEM?

A mulher tem mais gordura do que massa muscular, ao contrário dos homens. E,  enquanto o homem gasta 35 calorias por quilo, durante a prática de exercícios, a mulher gasta só 25. Na mulher, a gordura se concentra nos quadris, nádegas e coxas e é chamada de gordura em pêra.

Ela não é tão perigosa como a gordura em maçã, típica masculina, caracterizada pela  barriga grande, e associada a problemas cardiovasculares, hipertensão e diabetes.

14 O QUE É PRECISO FAZER PARA NÃO VOLTAR A ENGORDAR?

Para não recuperar o excesso de peso, é preciso controlar a dieta pelo tempo proporcional aos quilos perdidos. Se você já conseguiu perder 10 quilos, vai precisar manter uma alimentação rígida por, no mínimo, dez meses, ou seja, meses equivalentes
à quantidade de peso perdido.

Resumindo, quanto mais tempo você dedica ao controle da alimentação maior a chance de não recuperar os quilos perdidos, pois o corpo acaba se adaptando à nova forma, o estômago ganha uma nova dimensão e você não
volta a engordar.

15 PODEMOS CORTAR COMPLETAMENTE A GORDURA?

Na medida certa, a presença da gordura é necessária para que o organismo consiga absorver as vitaminas A, D, E e K. Além disso, a gordura ajuda a manter a temperatura do corpo, funciona como estoque de energia e protege órgãos vitais (fígado, rins,
coração, baço, cérebro e medula espinhal), atuando como um amortecedor.

16 AMAMENTAR AJUDA A PERDER O EXCESSO DE PESO DA GRAVIDEZ?

A mulher gasta cerca de 500 calorias por dia com a produção de leite e com o ato de amamentar, o que pode contribuir para o emagrecimento, se ela estiver fazendo dieta alimentar e controlando a ingestão de calorias.

17 O QUE É OBESIDADE MÓRBIDA?

É a obesidade exagerada, que está  associada a um prejuízo de qualidade de vida e até a uma redução da expectativa de vida. Pessoas com obesidade mórbida têm pelo menos 45 quilos a mais do que o peso considerado ideal, o que, muitas vezes, chega a  impedi-las de andar.

18 COMO ATUAM OS REMÉDIOS PARA EMAGRECER?

As drogas indicadas no tratamento da obesidade (elas só devem ser usadas sob prescrição médica) atuam em uma região do cérebro – hipotálamo -, inibindo o apetite e aumentando a sensação de saciedade do organismo.

19 GINÁSTICA AJUDA A EMAGRECER?

Não há dúvida de que a prática de exercícios ajuda a queimar calorias. Atividades aeróbicas, como ginástica aeróbica, step, corrida, caminhada, natação e ciclismo,
praticadas por pelo menos meia hora, levam o organismo a usar gordura como fonte de energia.

Mas não é preciso ir para a academia para exercitar-se. Andar mais, dispensar o uso de elevadores e escadas rolantes são boas formas de exercício.

20 O QUE SÃO TRANSTORNOS ALIMENTARES?

A mais grave é a anorexia nervosa, que atinge basicamente mulheres nas fases de adolescência e pré-adolescência e se caracteriza pelo desejo excessivo de emagrecer. Estas mulheres simplesmente param de comer, consideram-se gordas quando pesam 35 quilos e correm o risco de desnutrição e morte.

Em segundo lugar, no que se refere à gravidade, vem a bulimia, mais comum entre mulheres de 20 a 40 anos, bem-sucedidas, que não são gordas mas têm medo de engordar.

Pacientes com bulimia comem equilibradamente a maior parte do tempo mas, quando perdem o controle, chegam a ingerir de 3 a 10 mil calorias de uma só vez, misturando todos os tipos de alimentos. Aí, vem a culpa, que as leva a provocar o vômito, tomar laxantes e se exceder nos exercícios.

As compulsivas também se enquadram na categoria dos transtornos alimentares, assim como a síndrome de levantar à noite para comer. O tratamento para esses problemas inclui dieta, psicoterapia e o uso de remédios antidepressivos.

Veja Também:

Deixe uma resposta