em

AVC: Aprenda a identificar e se prevenir

O diagnóstico do AVC é feito a partir de uma tomografia ou exame de ressonância magnética.

Exames complementares como ecocardiograma e eletrocardiograma também devem ser realizados. Vale lembrar novamente que quanto mais rápido se procura o serviço de emergência mais bem-sucedido será o tratamento.

O tratamento para a desobstrução das artérias é feito com a administração de remédios trombolíticos que vão dissolver o coágulo e normalizar o fluxo sanguíneo cerebral.

Se o tratamento começar em até 4 horas após o início dos sintomas, as chances de recuperação são maiores, bem como o risco de morte e de sequelas graves e permanentes.

A medicação também pode ser aplicada no interior do coágulo por cateterismo cerebral. Esse procedimento deve ser realizado em até 6 horas após o início dos sintomas.

Já o tratamento do AVC hemorrágico pode ser cirúrgico clínico, dependendo da localização e volume da lesão.

O tratamento cirúrgico é realizado com o objetivo de retirar o sangue de dentro do cérebro. Há casos em que é inserido um cateter para avaliar a pressão intracraniana, que aumenta por causa do inchaço após a hemorragia.

Como fazer a prevenção do AVC

Para prevenir o AVC é essencial manter um estilo de vida saudável, o que inclui boa alimentação e prática de exercícios físicos.

O controle da pressão arterial, níveis de colesterol e diabetes também devem ser realizados a partir de um acompanhamento médico periódico.

2 de 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Formas de transmissão e sintomas da febre amarela

Insônia: Principais causas e como preveni-las