Dieta e Nutrição: Conheça os conceitos básicos

A Nutrição exerce um importante papel em toda nossa vida inclusive antes do nascimento ainda que muitas vezes não tenhamos consciência desse fato.

Cada dia e várias vezes ao dia selecionamos e consumimos alimentos que de alguma forma podem estar condicionado nosso estado de saúde para o bem e às vezes também para o mal.
A Nutrição pode definir-se como conjunto de processos mediantes os quais o ser humano ingere, absorve, transforma e utiliza as substâncias que se encontram nos alimentos e que tem de cumprir quatro importantes objetivos:

1 – Fornecer energia para manutenção de suas funções e atividades.

2 – Administrar matéria prima para formação, crescimento e reparação das estruturas corporais e para reprodução.

3 – Administrar as substâncias necessárias para regular os processos metabólicos.

4 – Reduzir o risco de doenças e manter suas reservas imunológicas.

A Nutrição é também “o processo mediante o qual tomamos do mundo exterior uma série de substâncias que contidas nos alimentos, formam parte de nossa dieta são necessárias para a nutrição”. O alimento é todo aquele produto ou substância que uma vez consumido oferece material assimilável que cumpre uma função nutritiva para o organismo.

DIETA

É o que se define como um conjunto em quantidade e qualidade de alimentos ou misturas de alimentos que se consomem habitualmente programadas e que podem ser realizadas por: pessoas sadias, doentes ou convalescentes na comida e na bebida.

Podemos dizer que estar de dieta é quase um sinônimo de privação parcial ou quase total de alguns alimentos.

A Dietética estuda a forma de proporcionar a cada pessoa ou grupo de pessoas os alimentos necessários para seu adequado desenvolvimento segundo seu estado de saúde e as circunstâncias. Ou seja, interpreta e aplica os princípios de conhecimentos científicos da nutrição elaborando uma dieta adequada para o homem sadio ou doente. Como dietas adequadas, equilibradas ou saudáveis são aquelas que contém a energia e todos os nutrientes em quantidade e qualidade suficiente para manter a saúde existem muitas maneiras de ser executada.

A escolha da mais correta segundo todas as condições do indivíduo se converte em uma arte.

Por isso falamos da Ciência da Nutrição e a Arte da Dietética no qual também intervém a Gastronomia na arte de preparar como os alimentos escolhidos uma boa comida: equilibrada, apetecível, e com boa digestibilidade.

Os componentes dos alimentos que realizam estas importantes funções já descritas se conhecem com o nome de nutrientes. Assim o nutriente é toda substância de estrutura química conhecida essencial para a manutenção da saúde, que diferentemente de outras não pode ser sintetizada dentro do nosso organismo e que deve ser fornecida através dos alimentos e da dieta, além do mais se não é consumida em quantidade e em qualidade suficientes podem dar origem a desnutrições severas que só serão reparadas quando se repõe novamente o nutriente em falta. Surge então o conceito de essencialidade.

A principal evidência de que nutriente é essencial é o fato preciso da sua capacidade de curar uma determinada doença.

Dentre os múltiplos e diversos componentes que formam o corpo humano somente em torno de 50 possuem o caráter de nutriente, ou seja, o homem para manter-se com saúde do ponto de vista nutricional necessita consumir aproximadamente 50 nutrientes. Juntamente com energia ou calorias a partir das gorduras, hidrato de carbono e proteínas, o homem necessita ingerir com os alimentos 2 ácidos grassos e 8 aminoácidos essenciais, 20 minerais e 13 vitaminas, desta maneira para que a dieta seja correta e equilibrada nela tem estar presentes a energia e todos os nutrientes nas quantidades adequadas e suficientes para cobrir as necessidades do homem e a manutenção de sua saúde.

A água ainda que não se considere um nutriente e um elemento vital para a manutenção da saúde. Outro componente nutricionalmente importante e a fibra alimentar ou fibra dietética.

Todos estes componentes ou nutrientes estão em ampla e heterogeneamente contidos nos alimentos de maneira que a dieta deve ser feita em quantidades e em qualidades de uma maneira tal que seja administrada todas essas substâncias essenciais.

Assim podemos dizer que não existe uma única maneira de nutrir-se fornecendo a energia e os nutrientes necessários, porém numerosas e às vezes ilimitadas formas de combinar os alimentos para se obter esses resultados.

É importante dizer que não existe nenhuma dieta ideal e não tão pouco nenhum alimento completo do qual possamos nos alimentar exclusivamente dele, pois nenhum deles fornece todos os nutrientes necessários.

Somente o leite pode ser considerado como um alimento completo durante os primeiros meses de vida.

Veja Também:

Deixe uma resposta