Dieta Para Quem Adora Comer à Noite

Você sente uma fome terrível depois do trabalho e come sem parar até a hora de dormir? Talvez você seja uma comedora compulsiva. Tudo bem porque você também pode controlar o apetite e a ansiedade.

Controladíssima durante o dia, você mantém a linha sem fazer muito esforço. Toma um suco ou iogurte no café da manhã, come uma saladinha no almoço, um cafezinho e está satisfeita. Às vezes, fica tão envolvida com o trabalho que até se esquece de almoçar. Que bom seria se tudo continuasse igual depois do expediente. Mas nem sempre as coisas funcionam desse jeito.

Em alguns casos, o problema começa depois das seis da tarde. Pode ser que você faça parte de um grupo de mulheres que conseguem seguir direitinho a dieta durante o horário comercial, mas se transformam em comedoras vorazes quando termina o período de trabalho.

Parece que o final da tarde tem o poder de despertar uma fome impressionante e o desejo de comer tudo o que aparece pela frente.

Ansiedade também dá fome

O que faz você correr para a geladeira sem ter o menor controle sobre isso é a compulsão alimentar, uma disfunção que atinge principalmente mulheres e dá preferência às mais ansiosas.

Veja também

De fato, ansiedade e compulsão costumam andar juntas. A maioria das pessoas ansiosas tenta preencher a sensação de vazio ou “queimar a energia extra” se ocupando ou exagerando em certos comportamentos. Resultado: trabalham demais, falam muito, malham sem parar ou comem compulsivamente.

Segundo o endocrinologista Alfredo Halpern, os “ataques” de compulsão acontecem quando há um forte impulso interno associado a mudanças bioquímicas.

Em seu livro Entenda a Obesidade e Emagreça (Ed. MG), ele explica que o problema envolve alterações nas quantidades dos neurotransmissores (os mensageiros químicos do cérebro) que atuam sobre o hipotálamo, região que regula a fome e a saciedade.

Quando baixa o nível do neurotransmissor serotonina, por exemplo, a consequência pode ser a depressão, melancolia ou mau humor e também a redução da sensação de saciedade, aumentando a vontade de comer para acabar com o desconforto físico e emocional.

Assuma o comando

Alguém que come compulsivamente chega a consumir 3.500 calorias por dia ou mais. “Depois de ingerir cerca 500 calorias até o final da tarde, a compulsiva perde o controle e pode acrescentar outras 3.000 calorias ao seu cardápio”, diz a nutricionista Anna Beatriz Guimarães Oliva, da Clínica Alfredo Halpern. É muito. Um adulto com pouca atividade física só deve consumir cerca de 2.200 calorias diárias para manter o peso.

O primeiro passo para controlar o problema é descobrir quais são as situações normalmente associadas à compulsão, ou seja, o que acontece antes e depois dos “ataques” por comida. Você pode começar a assumir o controle da situação hoje mesmo. De início, precisa ser honesta consigo mesma e reconhecer que é necessário mudar de hábitos para driblar a compulsão alimentar.

Para ajudar você a se controlar, a nutricionista Anna Beatriz Guimarães Oliva preparou uma dieta de 700 calorias para o período que vai do final da tarde até a hora de dormir. O programa prevê vários lanchinhos programados a partir do momento que você sai do trabalho, para suprir a sua necessidade de comer com freqüência. Seguindo estas orientações, você pode perder até 4 quilos em 20 dias.

Deixe uma resposta