Fimose – CID 10: N47

Há uma dupla camada de pele, chamada de prepúcio, que se estende a partir do colo para recobrir a glande por uma extensão variável. Quando o pênis está ereto, o prepúcio deve permitir que a glande fique inteiramente exposta. Caso isso não aconteça, ou ocorra com alguma dificuldade, estamos diante de um caso de fimose, que é definida como o estreitamento do orifício prepucial (a abertura do prepúcio para o meio exterior).

Não é transmissível.

O médico pode diagnosticar a fimose durante o exame físico.

Veja também

A fimose é normalmente indolor, porém os sintomas mais comuns são: – prepúcio que não pode ser retraído; – dor na ereção; – balanite superposta (inflamação da mucosa da glande); – dificuldade na limpeza do prepúcio, facilitando uma infecção da pele; – um prepúcio muito apertado pode interferir com a micção (ato de urinar) ou com o desempenho sexual.

O problema é resolvido com a extirpação parcial do prepúcio, por meio de uma intervenção cirúrgica chamada circuncisão ou postectomia. Trata-se da mais antiga cirurgia plástica conhecida. A circuncisão é uma operação simples, de fácil execução. Consiste em eliminar o estreitamento, a fim de obter um orifício prepucial amplo o bastante para permitir a fácil retração do prepúcio sobre a glande. Muitos autores concluíram que a circuncisão, praticada quanto menor for à idade da criança, contribui para prevenir o câncer do pênis. Há diversos métodos para realizar a circuncisão. Qualquer um deles é satisfatório, desde que a quantidade de prepúcio remanescente cubra parte da glande, permitindo a sua total exteriorização quando o pênis estiver ereto. Há, atualmente, indicações de pomadas que podem ?curar? a fimose sem cirurgia. Porém é importante que seja feita avaliação médica especializada, uma vez que em havendo o estreitamento do orifício prepucial, somente a cirurgia pode resolver.

A higiene local é a melhor maneira de prevenir a fimose, evitando assim as postites (infecção ou inflamação do prepúcio). Exercícios ou massagens para arregaçar o prepúcio devem ser evitados, pois além de causar dor, podem provocar sangramentos e, como consequência, a formação de cicatrizes que reduzem o orifício por onde deveria passar a glande.

Deixe uma resposta