Lesão de Meniscos – Cid 10: M23.2

Os meniscos são estruturas cartilaginosas flexíveis localizadas entre o fêmur e a tíbia e têm como principais funções: – distribuir e amortecer o peso no joelho. – promover a estabilidade da articulação. Cada joelho possui dois meniscos: o medial e o lateral. As Lesões no menisco geralmente ocorrem durante o esporte, sendo mais freqüentes as do menisco medial (na parte de dentro do joelho) por ser mais fixo que o lateral. Esportes como o futebol e os de raquete – como tênis – favorecem esse tipo de lesão. Na corrida a incidência é menor e costuma ser por sobrecarga ou impacto. Outro fator que favorece a lesão no menisco é a idade: essa cartilagem é rica em líquidos e resseca-se com o passar dos anos, ficando mais quebradiça. Por isso, a chance de ter problemas no menisco aumenta a partir dos 40 anos de idade.

Não é transmissível.

A lesão nos meniscos pode ser diagnosticada pela história que o paciente relata e pelo exame físico do joelho. O cirurgião ortopédico pode requisitar alguns exames – como a Ressonância Magnética – que demonstram, com detalhes, o interior do joelho. Em alguns casos, o cirurgião pode recomendar uma inspeção artroscópica da articulação, que é um procedimento cirúrgico minimamente invasivo.

Veja também

Pode ocorre dor súbita no lado afetado, inchaço e, algumas vezes, dificuldade para movimentar o joelho, pois nesse tipo de lesão, a cartilagem do menisco se rompe. Há também os sintomas mecânicos como dificuldade de movimento ou bloqueio da articulação.

Não cirúrgico: O tratamento não cirúrgico é considerado em aproximadamente 5% das lesões. Geralmente são casos diagnosticados pelo exame físico em pacientes com queixa de dor e sem sintomas de ordem mecânica (bloqueio e dificuldade de movimento). Esses pacientes apresentam dor, porém sem derrame articular (presença de líquido na articulação). O tratamento prescrito é repouso, gelo e antiinflamatórios não hormonais. Se os sintomas persistirem e os exames complementares confirmarem a lesão meniscal, o tratamento deve ser cirúrgico, uma vez que a cartilagem não tem poder de cicatrização. Cirúrgico: É feito com artroscopia – técnica que permite diagnosticar e tratar lesões com maior precisão, através de um sistema óptico introduzido no joelho. Na maioria das vezes, a pessoa volta às atividades esportivas. Em alguns casos as lesões de menisco estão ligadas a lesões de outras cartilagens do joelho e a cirurgia de menisco não resolve o problema. A recuperação não depende somente do tipo de lesão, mas também da idade, tipos de atividades e o tempo dedicado à reabilitação.

Não registrada

Deixe uma resposta