em

Lipomas – Causas, sintomas e melhores tratamentos

lipomas causas sintomas e melhores tratamentos
O que são lipomas?

O lipoma é um crescimento de tecido adiposo que se desenvolve lentamente sob a pele. Pessoas de qualquer idade podem desenvolver o problema, as crianças raramente são afetadas, esta condição é mais recorrente em adultos entre as idades de 40 e 60 anos.

Eles podem se formar em qualquer parte do corpo, mas geralmente aparecem no:

  • pescoço
  • ombros
  • costas
  • abdômen
  • braços
  • coxas

Eles são classificados como tumores benignos ou tumores de tecido adiposo. Isso significa que um lipoma não é canceroso e raramente é prejudicial.

O tratamento para um lipoma geralmente não é necessário, a menos que esteja incomodando.

Quais são os sintomas de um lipoma?

Existem muitos tipos de tumores de pele, mas um lipoma geralmente tem características distintas e são mais comumente localizados no pescoço, costas e ombros, mas também podem ocorrer no estômago, coxas e braços. são dolorosos apenas se crescerem em nervos debaixo da pele.

lipoma

Você deve procurar um médico se notar qualquer alteração na sua pele. Lipomas podem parecer muito semelhantes a uma condição cancerígena chamada lipossarcoma.

A causa dos lipomas é desconhecida e o risco de desenvolver esse tipo de nódulo na pele aumenta se você tiver um histórico familiar do problema.

Certas condições também podem aumentar o risco de desenvolvimento do lipoma. Esses incluem:

  • adipose dolorosa (uma doença rara caracterizada por lipomas múltiplos e dolorosos)
  • Síndrome de Cowden
  • Síndrome de Gardner
  • Doença de Madelung

Como os lipomas são tratado?

Um lipoma deixado sozinho geralmente não causa nenhum problema. No entanto, o seu dermatologista pode tratar o nódulo se ele for incomodo. Será feita a recomendação de tratamento com base em vários fatores, incluindo:

  • o tamanho do lipoma
  • o número de tumores de pele
  • história pessoal de câncer de pele
  • história familiar de câncer de pele
  • se o lipoma é doloroso

Cirurgia

A maneira mais comum de tratar um lipoma é removê-lo por meio de cirurgia. Isso é especialmente útil se você tem um tumor de pele grande que ainda está crescendo. Os lipomas raramente voltam a crescer depois de serem removidos cirurgicamente.

Lipoaspiração

Outra opção de tratamento é a lipoaspiração. Como os lipomas são baseados em gordura, esse procedimento pode funcionar bem para reduzir seu tamanho. A lipoaspiração envolve uma agulha presa a uma seringa grande e a área geralmente é anestesiada antes do procedimento.

Injeções de esteroides

Injeções de esteroides também podem ser usadas diretamente na área afetada. Este tratamento pode encolher o lipoma, mas não o remove completamente.

Qual é a perspectiva para alguém com um lipoma?

Lipomas são tumores benignos. Isso significa que não há chance de que um lipoma existente se espalhe. A condição não se expandira pelos músculos ou por qualquer outro tecido circundante e não apresentará risco de vida.

Gelo e bolsas de calor podem funcionar para outros tipos de nódulos na pele, mas eles não são úteis para lipomas porque são baseados em gordura. Consulte o seu médico para tratamento.

Fatores de risco

Vários fatores podem aumentar o risco de desenvolver um lipoma, incluindo:

  • Ter entre 40 e 60 anos: Embora os lipomas possam ocorrer em qualquer idade, são mais comuns nessa faixa etária, como já mencionado, são raros em crianças.
  • Pessoas com outros distúrbios, incluindo a adipose dolorosa, síndrome de Cowden e síndrome de Gardner, têm um risco aumentado de múltiplos lipomas.
  • Genética: Lipomas tendem a correr de maneira hereditária.

Diagnóstico

Para diagnosticar um lipoma, seu médico pode realizar:

  • Um exame físico
  • Uma remoção de amostra de tecido (biópsia) para exame laboratorial
  • Um ultrassom ou outro exame de imagem, como uma ressonância magnética ou tomografia computadorizada, se o lipoma é grande, tem características incomuns ou parece ser mais profundo do que o tecido adiposo.

Há uma chance muito pequena de que um nódulo semelhante a um lipoma possa ser uma forma de câncer chamada lipossarcoma. Os lipossarcomas – tumores cancerígenos nos tecidos adiposos – crescem rapidamente, não se movem sob a pele e geralmente são doloridos. Uma biópsia, ressonância magnética ou tomografia computadorizada é tipicamente feita se o seu médico suspeitar de lipossarcoma.

Tratamento

Nenhum tratamento é geralmente necessário para um lipoma. No entanto, se o lipoma incomodar você, se estiver dolorido ou estiver crescendo, seu médico poderá recomendar que ele seja removido. Tratamentos lipoma incluem:

  • Remoção cirúrgica. A maioria dos lipomas é removida cirurgicamente cortando-os. Recorrências após a remoção são incomuns. Possíveis efeitos colaterais são cicatrizes e contusões.
  • Injeções de esteroides. Esse tratamento encolhe o lipoma, mas geralmente não o elimina. O uso de injeções antes da remoção cirúrgica está sendo estudado.
  • Lipoaspiração. Este tratamento usa uma agulha e uma seringa grande para remover o nódulo.

Lipomas Grandes

Lipomas maiores que 2 polegadas são às vezes chamados de “lipomas gigantes”. Eles podem causar dor nos nervos, fazer você se sentir autoconsciente com sua aparência ou dificultar a adaptação das roupas.

É um pouco mais difícil tirar um desses. Você provavelmente precisará receber algo que o faça dormir durante o procedimento. Nesse caso, você teria que pedir a alguém para levá-lo para casa depois.

Os lipomas raramente voltam quando removidos e não aumentam a probabilidade de você ter outras doenças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Canelite e dores nas canelas: Como evitar e os melhores tratamentos

Por que as pessoas ruivas têm sardas?