Maconha suprime funções imunológicas

Considerada por muitos como uma droga leve e que supostamente traria benefícios tais como relaxamento, a maconha pode acabar trazendo muito mais problemas aos seus usuários que os já conhecidos.

Um estudo feito por uma equipe internacional de imunologistas descobriu que fumar maconha pode desencadear uma supressão das funções imunológicas do corpo. A pesquisa, publicada no European Journal of Immunology, revela que os usuários de cannabis são mais suscetíveis a certos tipos de câncer e infecções.

Veja também

A equipe focou a pesquisa nos canabinoides, um grupo de compostos encontrados dentro da planta cannabis, incluindo o THC (delta-9-tetraidrocanabinol), que já é usado medicinalmente para aliviar a dor.

“A maconha é uma das drogas mais consumidas em todo o mundo e acredita-se que ela deixa o usuário mais suscetível a infecções e alguns tipos de câncer”, diz o líder do estudo, Dr Prakash Nagarkatti, da Universidade da Carolina do Sul.

“Acreditamos que a chave para essa supressão é um tipo único de células imunes, que só foram identificadas pelos imunologistas recentemente, chamadas derivados de células mieloides supressores (MDSCs).

Enquanto a maioria das células imunes lutam contra infecções e câncer para proteger o corpo, as MDSCs suprimem o sistema imunológico. A presença dessas células aumenta nos pacientes com câncer e podem promover até o crescimento do câncer.

Deixe uma resposta