Rinite Alérgica – CID 10: J30.4

É uma inflamação da mucosa nasal, decorrente da inalação de substância que provoca alergia no individuo vulnerável a ela. O alérgico fabrica, em grande quantidade, um anticorpo (substância de defesa) chamado IgE, que fica ligado, no nariz, a uma célula chamada mastócito. Ao entrar em contato com o alergeno (que causa alergia), o mastócito liga-se ao IgE e desencadeia a liberação de substâncias vasoativas (que provocam inflamação), causando as manifestações alérgicas, ou seja, os sintomas. Várias são as causas de rinites, além das alérgicas: – viral (resfriados, por exemplo); – vasomotoras (reação a mudanças físicas, como temperatura); – medicamentosa; – hormonal; – secundária à entrada de corpo estranho

Não registrado

Feito por meio de: – História clínica do paciente, na tentativa de identificar o fator desencadeante; – Exame da cavidade nasal; – Testes cutâneos alérgicos; – Exames de sangue

Podem surgir: – Obstrução nasal bilateral ou alternante; – Espirros repetidos; – Coriza líquida e transparente; – Secreção posterior, que desce pela parte de trás do nariz, gerando pigarro e tosse.

O tratamento deve ser feito de modo a diminuir os fatores desencadeantes da rinite: – identificar o alérgeno e afastá-lo. Se isso não for possível, tentar atenuá-lo, como no caso da poeira doméstica. – usar medicamentos que atenuem a inflamação (anti-histamínicos, descongestionantes, corticoides) ou que previnam as crises, conforme recomendação médica. – usar auto vacinas, sempre sob orientação médica.

A poeira doméstica afeta a maior parte dos alérgicos e deve ser controlada. Quanto melhor o ambiente maior a chance de controle da rinite. Procure medidas definitivas parra controlá-las. O quarto de dormir é o local que merece maior atenção, porque nele ficamos boa parte da noite. – o piso deve ser de material lavável. Devem ser retirados tapetes, almofadas e cortinas. – a cama deve estar afastada da parede. O colchão, aspirado e o estrado, limpo. Tenha capas contra ácaros para colchão e travesseiros. Use travesseiros de espuma, evitando o de plumas ou penas. – coloque capa removível no edredom. – lave a roupa de cama com água quente. – faça a limpeza do ambiente com pano úmido. – fique atento às áreas úmidas com mofo. – animais com pelo podem piorar o quadro alérgico; por isso, mantenha-os limpos e nunca no quarto. – evite ter no quarto: brinquedos de pelúcia e objetos que junte muito pó, como livros e revistas. – afaste cigarros. – evite o uso de inseticidas. O nariz é fundamental para que o ar chegue com qualidade aos pulmões. A rinite pode se complicar com infecções das vias aéreas superiores e inferiores (nariz, seios da face, traqueia, brônquios e pulmões) que levam à respiração bucal, ao aumento da sensibilidade na garganta, ao aumento do número de cáries, ao mau hálito, a alterações dentárias e influenciam na qualidade do sono.

Veja Também:

Deixe uma resposta