RINOFLUIMUCIL Solução Nasal

Não tome remédio antes de ir a um médico

Acetilcisteína fluidifica as secreções e favorece a expectoração por não interferir no mecanismo da tosse produtiva. Devido à sua ação antioxidante, acetilcisteína é capaz de prevenir e/ou estabilizar a progressão do enfisema pulmonar. Exerce também ação protetora contra alguns dos danos provocados pelo hábito de fumar; todavia, deixar de fumar é a medida mais saudável. Uso Inalatório.

A molécula de acetilcisteína possui um grupo sulfídrico livre ao qual é atribuída a propriedade de romper as pontes ou as ligações dissulfeto das mucoproteínas que outorgam viscosidade ao muco das secreções pulmonares. Este mecanismo explicaria a sua ação mucolítica. A ingestão de mais de 150mg/kg deste fármaco produz saturação dos sistemas de conjugação com sulfatos e glicurônidos, razão pela qual uma grande proporção do acetaminofeno é biotransformada pela via do citocromo P-450. Isto leva à produção de quantidades importantes de um metabólito muito reativo e tóxico que é neutralizado pelo glutation. Acredita-se que a acetilcisteína age como substrato de conjugação alternativa do metabólito reativo, o qual ajudaria a restabelecer os níveis de glutation, com o qual a extensão do dano hepático seria reduzida.

Indicações: Mucolítico: doenças broncopulmonares crônicas (enfisema crônico, enfisema com bronquite, tuberculose, bronquiectasia, amiloidose pulmonar primária); pneumonia, bronquite, traqueobronquite, fibrose cística, atelectasia por obstrução mucosa (tampão mucoso), diagnóstico bronquial. Antídoto: via oral, para a prevenção da toxicidade potencial causada pela superdose de paracetamol.

Contraindicações: O uso deste medicamento é contraindicado em caso de hipersensibilidade conhecida à acetilcisteína e/ou demais componentes da formulação.

Precauções: Após a sua administração deve-se manter a via respiratória permeável, se necessário por sucção mecânica, pois ocorrerá um incremento das secreções brônquicas fluidificadas. Vigiar atentamente quando administrada em pacientes asmáticos. Se ocorrer broncoespasmo, nebulizar um broncodilatador; se a condição não melhorar, suspender o tratamento. Por não existirem provas conclusivas recomenda-se não administrar em mulheres grávidas ou durante a lactação a não ser que o benefício para a mãe supere o risco potencial para o feto. Nas doses utilizadas como antídoto, a acetilcisteína pode piorar os vômitos provocados pela intoxicação com paracetamol. Sua administração diluída diminui o risco de piora. Pode ocorrer urticária generalizada, que se não for possível controlar deve provocar a suspensão do tratamento. O tratamento deve ser suspenso se for desenvolvida encefalopatia causada pela insuficiência hepática durante a administração de acetilcisteína.

Efeitos colaterais: Ocasionalmente podem ser observados estomatite, náuseas, vômitos, febre, rinorreia, tonturas, broncoconstrição.

Atenção: O uso de qualquer medicamento só deve ser feito por recomendação e orientação de um médico, essas informações são de caráter meramente educativos e não substituem em hipótese alguma a avaliação de um especialista médico.

Veja Também:

  • NAC XaropeNAC Xarope Não tome remédio antes de ir a um médico Acetilcisteína fluidifica as secreções e favorece a expectoração por não interferir no mecanismo da tosse produtiva. Devido à sua ação […] Posted in Medicamentos, Uso Oral
  • FLUIMUCIL XaropeFLUIMUCIL Xarope Não tome remédio antes de ir a um médico Acetilcisteína fluidifica as secreções e favorece a expectoração por não interferir no mecanismo da tosse produtiva. Devido à sua ação […] Posted in Medicamentos, Uso Oral
  • MUCOCETIL XaropeMUCOCETIL Xarope Não tome remédio antes de ir a um médico Acetilcisteína fluidifica as secreções e favorece a expectoração por não interferir no mecanismo da tosse produtiva. Devido à sua ação […] Posted in Medicamentos, Uso Oral
  • FLUICIS GranuladoFLUICIS Granulado Não tome remédio antes de ir a um médico Acetilcisteína fluidifica as secreções e favorece a expectoração por não interferir no mecanismo da tosse produtiva. Devido à sua ação […] Posted in Medicamentos, Uso Oral

Deixe uma resposta