ZOPICLONA Comprimido

Não tome remédio antes de ir a um médico

Sedativo hipnótico. Uso Oral.

Zopiclona é um composto sintético novo, pertencente à família das ciclopirrolinas; é a única introduzida no mercado e pode ser considerado o primeiro hipnótico de terceira geração. Apesar de pertencer a este novo grupo químico, farmacologicamente, assemelha-se às benzodiazepinas. Trata-se de um pó cristalino branco ou amarelado. Livremente solúvel em água, em álcool; livremente solúvel em cloreto de metileno; ligeiramente solúvel em acetona; praticamente insolúvel em álcool. A absorção de Zopiclona, quando administrado por via oral, é rápida. Distribui-se rapidamente, a partir do compartimento vascular, nos tecidos orgânicos, incluindo o cérebro.

Indicações: Tratamento específico da insônia, manifestada como dificuldade para iniciar ou manter o sono, ou a sensação de não haver descansado o suficiente.

Veja também

Contraindicações: Hipersensibilidade ao fármaco. Insuficiência respiratória severa. Gravidez. Lactação. Crianças abaixo de 15 anos. Miastenia grave.

Precauções: Nos idosos, recomenda-se iniciar o tratamento com meio comprimido e aumentar a dose. Na insuficiência hepática deve-se administrar meio comprimido, não é recomendável a administração durante períodos muito prolongados. Pode causar dependência, modificação nos parâmetros do sono na administração descontínua, alucinações auditivas e visuais, depressão do SNC.

Efeitos colaterais: Sonolência matinal residual; sensação de boca amarga e/ou secura da boca; hipotonia muscular; amnésia anterógrada; sensação de embriaguez; em alguns pacientes, pode-se observar reações paradoxais como irritabilidade, agressividade, sub-excitação, síndrome de confusão oníroco (própria dos sonhos); cefaléia, astenia.

Atenção: O uso de qualquer medicamento só deve ser feito por recomendação e orientação de um médico, essas informações são de caráter meramente educativos e não substituem em hipótese alguma a avaliação de um especialista médico.

Deixe uma resposta