em ,

ZOTAC Cápsula

Não tome remédio antes de ir a um médico

Analgésico e anti-inflamatório. Uso Oral.

É um anti-inflamatório não esteroide que contém, como componente ativo, o diclofenaco ligado à colestiramina, um composto não-esteroidal, com propriedades antiflogísticas, conhecido por apresentar potente atividade analgésica, anti-inflamatória e antipirética. O diclofenaco atua inibindo a síntese de prostaglandinas; estas desempenham uma ação importante com relação à aparição da inflamação, da dor e da febre, a hialuronidase produzida por microrganismos e a agregação plaquetária. Diferentemente do diclofenaco, o diclofenaco-colestiramina apresenta ação mais rápida, menores concentrações de pico plasmático, nível plasmático mais prolongado e também, menores variações tanto das concentrações plasmáticas máximas como da área sob a curva de concentração plasmática versus tempo.

Indicações: Na artrite aguda, incluindo crises agudas de gota; nas inflamações articulares crônicas, em especial artrite reumatoide (poliartrite crônica); na espondilite anquilosante (Morbus Bechterew) e nas outras afecções reumato-inflamatórias da coluna vertebral; irritação presente nas doenças degenerativas articulares e na coluna vertebral, como artroses ativadas e espondilartroses (artrose na coluna vertebral), síndrome cervical, lombalgias (dor lombar), isquialgias (dor no quadril); no reumatismo inflamatório de partes moles; inflamações e inchaços dolorosos pós-traumáticos ou pós-operatórios; dismenorréia (menstruação dolorosa) sem causas orgânicas; dor na anexite aguda e subaguda, em geral, tratamento com antibiótico é indicado como terapia de base; nas dores devido a tumores, especialmente em casos de acometimento esquelético ou edema peritumoral de origem inflamatória.

Contraindicações: Úlcera gastroduodenal. Hipersensibilidade ao diclofenaco. Do mesmo modo que com outros agentes anti-inflamatórios não-esteroidais, o diclofenaco está contraindicado para pacientes nos quais o ácido acetilsalicílico e outros agentes inibidores da prostaglandina sintetase desencadeiem crises de asma, urticária ou rinite aguda. Durante o primeiro e último trimestres da gravidez e no período pós-parto. Indução de porfiria.

Precauções: Os pacientes com distúrbios gastrintestinais ou com antecedentes de úlcera péptica, doença de Crohn ou com transtornos hematopoiéticos, como comprometimentos hepáticos, cardíacos ou renais graves, deverão ser mantidos sob rígido controle médico. Em pacientes submetidos a tratamento prolongado recomenda-se realizar controles hematológicos periódicos e vigiar as funções hepática e renal. Em pacientes com idade avançada, deve-se tomar especial cuidado, reduzindo as doses em idosos debilitados ou de baixo peso e naqueles que estejam sob tratamento com um diurético.

Efeitos colaterais: Gastrintestinais: epigastralgias, náuseas, vômitos, diarreia. Raramente hemorragias, úlcera péptica. Em casos isolados: transtornos hipogástricos (colite hemorrágica inespecífica e exacerbação de colite ulcerativa). Sistema Nervoso Central: cefaleias, enjoos, vertigens. Em raras ocasiões, sonolência e, em relatos isolados, distúrbios da visão. Dermatológicas: rash cutâneo ou erupção cutânea. Hematológicas: em casos isolados: trombocitopenia, leucopenia, agranulocitose, anemia hemolítica, anemia aplástica. Renais: em raras ocasiões, insuficiência renal aguda, alterações urinárias, síndrome nefrótica. Reações de hipersensibilidade (broncoespasmo, reações anafiláticas sistêmicas, inclusive hipotensão). Raramente, hepatite com ou sem icterícia.

Atenção: O uso de qualquer medicamento só deve ser feito por recomendação e orientação de um médico, essas informações são de caráter meramente educativos e não substituem em hipótese alguma a avaliação de um especialista médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ZOLBEN Suspensão Oral

ÁCIDO PAMIDRÔNICO Frasco-Ampola