ZYOXIPINA Comprimido

Não tome remédio antes de ir a um médico

Ação antiepiléptica. Uso Oral.

Estudos farmacológicos com a oxcarbazepina e seu metabólito – derivado 10-mono-hidróxi (MHD) – em animais mostraram que essas duas substâncias são potentes e eficazes anticonvulsivantes, indicando efetividade terapêutica principalmente contra crises parciais e tonicoclônicas generalizadas. Embora o mecanismo de ação preciso da maioria dos antiepilépticos não seja ainda conhecido em detalhes, aceita-se que fármacos dessa classe produzam seus efeitos por alteração da atividade dos mediadores básicos da excitabilidade neuronal, ou seja, os canais iônicos dos neurônios no cérebro, iniciadores do potencial de ação e da neurotransmissão. De acordo com recentes achados, a oxcarbazepina e o MHD podem exercer sua atividade anticonvulsivante pelo bloqueio dos canais de sódio voltagem-dependentes no cérebro.

Indicações: Epilepsia. Tratamento das crises convulsivas parciais com sintomatologia simples ou complexa, crises convulsivas tônico-clônicas generalizadas (grande mal), crises convulsivas mistas. Anticonvulsivo de primeira escolha. Neuralgia do trigêmeo.

Veja também

Contraindicações: Hipersensibilidade conhecida à oxcarbazepina.

Precauções: Pacientes que demonstraram reações de hipersensibilidade a carbamazepina podem apresentar reações de hipersensibilidade com oxcarbazepina. Os níveis séricos de sódio devem ser medidos antes e durante a terapia em pacientes com patologias renais associadas a baixos níveis séricos de sódio preexistentes ou em pacientes tratados com fármacos depletores de sódio. Os pacientes devem ser alertados quanto aos efeitos sobre a capacidade de dirigir veículos e operar máquinas perigosas.

Efeitos colaterais: Fadiga, astenia, tontura, dor de cabeça, sonolência, agitação, amnésia, apatia, ataxia, concentração prejudicada, confusão, depressão, instabilidade emocional (p. ex.: nervosismo), nistagmo, tremor, náusea, vômito, constipação, diarreia, dor abdominal, hiponatremia, acne, alopecia, rash (erupção), diplopia, vertigem, distúrbios de visão (visão borrada).

Atenção: O uso de qualquer medicamento só deve ser feito por recomendação e orientação de um médico, essas informações são de caráter meramente educativos e não substituem em hipótese alguma a avaliação de um especialista médico.

Deixe uma resposta